Monday, August 11, 2008

De regresso

Estou de regresso depois de uma semana cheia de passeio e de mimos de mãe. Volto mais velha.
Regresso com trinta anos. Sempre gostei de fazer anos, quem me conhece bem sabe que costumo fazer contagens decrescentes para o meu dia de anos tipo " faltam dois meses para fazer anos!". Este ano não houve contagens para ninguém. A frase que eu mais disse foi " não quero nada fazer trinta anos!" Estive triste, perturbada. Tenho saudades da sensação dos meus 21 anos, uma sensação poderosa de que podia fazer tudo o que quisesse, bastava dedicar-me a isso. Contudo essa sensação foi-se. Sinto que estou a ficar com pouco tempo. Não sei ao certo para o quê, mas é a sensação que tenho é que "O tempo me está a fugir por baixo dos pés!"
O João perguntou-me: -Achas que estás diferente de ontem que tinhas 29? A resposta por mais tonta que pareça é que sim. Envelheci durante a noite.
O ponto alto do dia foi durante o meu voluntário, quando as velhotas me cantaram os parabéns e me deram umas rosas lindíssimas. Fartei-me de chorar de tão emocionada. Elas ficaram todas contentes de eu estar emocionada que começaram a rir. Ou quando uma das velhotas me disse me apesar de lhe doer o pé, tinha vindo jogar porque eu fazia anos. Lá foram mais umas lagrimitas. Que isto aqui quando começa nunca mais pára.
Quando uma velhota me pergunta: quantos anos faz?
30 respondo eu com a minha cara triste de quem se recorda do numero.
Ela começa a rir e diz: - Eu tenho 80!, pisca o olho e continua - ainda lhe faltam 50 anos!
Após este dialogo sinto-me realmente tonta, mas uma tonta, triste e mais velha.
Não quis celebrar,não me apetecia ir jantar fora, não quis bolo, nem parabéns cantados. Depois de muita insistência familiar lá cedi ao jantar!
Agora tenho 30 anos e 4 dias e não dá para voltar atrás!

2 comments:

ei! kumpel said...

Só sei que escreves cada vez melhor!

É só um número amiga... e não, não podes voltar para trás, mas podes andar para a frente sempre a descobrir coisas novas!

Muitos beijinhos,
margarida

Paracletus said...

Os meus parabéns, embora atrasados. :)